4 problemas que podem acontecer durante a fermentação

Hoje vamos descrever uma situação que causa bastante dúvida ao cervejeiro iniciante: é a atenuação longe do pré-estabelecido.

Caso tenha situações que fogem dos casos aqui descritos, existe um espaço no final do post destinados a comentários, e eles são muito bem-vindos.

Densidade não cai

IMG_9799

Primeira pergunta é: você está lendo com um densímetro? A densidade deve ser lida com um densímetro de massa, e adaptações na leitura usando um refratômetro são aproximadas. Por isso, use sem restrição o densímetro na leitura inicial da gravidade, mas saiba que na leitura final (após a formação de álcool) a leitura pelo refratômetro é fortemente alterada.

Temperatura de leitura

O refratômetro que está usando foi calibrado para uso em determinada temperatura, o que isso significa? Que o líquido deve ser medido sob temperatura calibrada. Normalmente 20 oC, mas se atente a isso, porque esta não é uma regra.

Air lock não trabalha

airlock
Fonte

Este é o terror maior do cervejeiro. Quando o air lock não borbulha, não é sinal que a fermentação acabou, mas sinal que gases não estão passando por onde deveria passar. Com o avançar da fermentação, pode acontecer da tampa sair um pouco da posição inicial e com isso, gases gerados na fermentação começam a passar por outras passagens que não o air lock, e com isso, você acha que sua fermentação acabou, mas na verdade não atenuou.

Falta de células para fermentação

Pouca levedura durante a fermentação é um problema. Pode acontecer contaminações e ocasionalmente atenuação deficitária, com isso vários problemas podem acontecer que não cabem neste post, mas sempre garanta alta quantidade de células (over pitch) com grande quantidade de fermento ou hidratação e multiplicação prévia.

COMENTÁRIOS 0 comentários